quarta-feira, 25 de julho de 2012

OS QUATRO PILARES DA EDUCAÇÃO E O ENSINO RELIGIOSO

Maria José T. Holmes

A visão de educação, segundo Jacques Delors, apresentada para a UNESCO, o Relatório da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, propõe, entre outras coisas, a todas as Nações que a Educação em primeiro lugar deve fundamentar-se a partir dos quatro pilares, ou seja:
  • Aprender a conhecer;
  • Aprender a fazer;
  • Aprender a viver juntos, conviver.
  • Aprender a ser.
Quando se destaca o “aprender a conhecer”, refere ao desenvolvimento do conhecimento. Nesse pilar o educador precisa despertar no educando a vontade de aprender, de conhecer, não só pela simples busca, mas que esse, sinta prazer de ensinar e aprender junto com o educando, facilitando essa aprendizagem com metodologias facilitadoras a que venha despertar o pensamento crítico, em que esse possa construir sua própria opinião.
O “aprender a fazer” está associado ao “aprender a conhecer”, isto é a associação da teoria à prática. É importante que tanto docentes, quanto discentes entendam que o fundamento de aprender a fazer está também no ato de transmitir esse aprendizado, pois isso não pode ser só aprendido, mas transmitido e partilhado.
O “aprender a viver juntos, (conviver)”, esse é um dos pilares considerado como um desafio para educadores e educandos. É de fundamental importância que o educador tenha o cuidado de trabalhar essas questões em sala de aula vivenciando os valores éticos, com respeito e atitudes de partilha e fraternidade e muito diálogo. É necessário conhecer primeiramente o Eu, para conhecer o outro, que Eu me ame primeiro para amar o outro e que Eu me respeite, para respeitar o outro. Dessa forma estamos eliminando o preconceito em sala de aula e logicamente trabalhando para a construção da cidadania.
O “aprender a ser”, a partir do momento que o educando aprender os três primeiros pilares, automaticamente aprenderá esse último, entretanto como a educação entende a pessoa como um indivíduo, como um ser completo, ou seja: de corpo, mente e espírito. Portanto, nesse pilar completará a sua aprendizagem como um ser individual que diante dos ensinamentos e descobertas dos valores e atitudes, esse ser individual se transforme num cidadão capaz de estabelecer uma relação interpessoal na sociedade que está inserido, que tenha uma visão de mundo com um olhar de respeito às diferenças.
Esses pilares nos permitem compreender o mundo, de uma forma mais humana, responsável e solidária, enfim dá mais sentido a vida. Isso se encaixa muito bem no Ensino Religioso. Em função da organização, dessa nova área do conhecimento, e do sentido epistemológico que ela assume, assim como da necessidade do estabelecimento do processo metodológico correspondente a esse Componente Curricular nos Estabelecimentos de Ensino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BNCC: Ensino Religioso