segunda-feira, 19 de outubro de 2015

COMEMORANDO NASCIMENTOS E EVENTOS DA DIVERSIDADE RELIGIOSA



  • Dia 02 de outubro (1869) comemora-se o aniversário do Grande Líder Indiano Mahatma Gandhi, militante da resistência pacífica ao colonialismo inglês.



  • Francisco de Assis nasceu na cidade da Assis em Umbria na Itália no ano de 1182. Muito jovem vivia na riqueza e nos prazeres da vida. Aos 24 anos de idade, resolveu renunciar a toda riqueza da família para viver numa vida de pobreza. Era muito admirado pela sua humildade, liberdade religiosa e, por sua bondade com todas as pessoas pobres e doentes, além de cuidar dos animais.... e dos seres vivos da natureza.

  • Dia 05 de outubro é a comemoração do Rosh Hashaná, Ano Novo Judaico, apenas aqui no Brasil. teve sua origem através do Decreto Imperial datado de 15 de outubro de 1827, que criou o Ensino Elementar no Brasil e tratava da descentralização do ensino, do salário dos professores e mestras, das matérias básicas e até como os professores deveriam ser contratados. A sua comemoração teve início na década de 30 (1930), porém só foi oficializado e 1963, através de decreto.


  • Dia 23 de outubro, temos o fim do Ramadã, uma celebração Islâmica. É o nome do nono mês do Calendário Islâmico. Momento em que os muçulmanos celebram a revelação do Corão ou Alcorão, o Livro Sagrado do Islã ao profeta Maomé.

  • Foi no dia 24 de outubro em 1945, quando o mundo comemorava o fim da II Guerra Mundial. Foi realizada em São Francisco (EUA), a Conferência das Nações Unidas sobre Organização Internacional, com a presença de 50 países, inclusive o Brasil. Desse encontro resultou um Documento chamado Carta das Nações Unidas, assinado pelos presentes, que se comprometiam a manter a paz, defender os direitos humanos e as liberdades fundamentais, além de promover o desenvolvimento dos países no mundo todo.


  • O dia 27 de outubro é dedicado ao Dia Mundial de Oração pela Paz, liderado pelo Papa João Paulo II, no ano de 1986. Na cidade de Assis na Itália.

Referências:

ALMANAQUE DO ALUÁ Nº 2
IMAGENS DA INTERNET (GOOGLE).
     
    

sábado, 17 de outubro de 2015

SOU UM PROFESSOR



Escola Municipal Aníbal Moura-João Pessoa-PB 2015
Não há saber mais ou saber menos: Há saberes diferentes.
Paulo Freire
Formação Continuada de ER João Pessoa -PB-2015
"Só os sábios sabem respeitar a diversidade."

Eu sou um professor.

Nasci no primeiro momento em que uma pergunta saltou da boca de uma criança.

Tenho sido muitas pessoas em muitos lugares.

Sou Sócrates, estimulando a juventude de Atenas para descobrir novas ideias usando perguntas.

Sou Anne Sullivan, tamborilando os segredos do universo sobre a mão estendida de Helen Keller.

Sou Esopo e Hans Christian Andersen, revelando a verdade por meio de muitas, muitas estórias.

Sou Darcy Ribeiro, Construindo uma universidade a partir do nada no planalto brasileiro.

Sou Ayrton Senna, que transforma sua fama de herói esportista em recursos para educar crianças em seu país. Sou Anísio Teixeira, na sua luta de democratização da educação para que todas as crianças brasileiras tenham acesso à escola.

Os nomes daqueles que exerceram minha profissão constituem uma galeria da fama da humanidade: Buda, Paulo Freire, Confúcio, Montessori, Emília Ferreiro, Moisés, Jesus.

Eu sou também aqueles nomes e rostos que já foram esquecidos, mas cujas lições e cujo caráter serão para sempre lembrados nas realizações dos que educaram.

Já chorei de alegria em casamentos de ex-alunos, ri de felicidade pelo nascimento de seus filhos e me quedei de cabeça baixa, em dor e confusão, junto a sepulturas cavadas cedo demais para corpos jovens demais.
No decorrer de um dia já fui chamado para ser artista, amigo, enfermeiro, médico, treinador; tive de encontrar objetos perdidos, emprestar dinheiro, fui motorista de táxi, psicólogo, substituto de pai e mãe, vendedor, político e guardião de fé.

Apesar de mapas, gráficos, fórmulas, verbos, histórias e livros, na verdade não tive nada a ensinar aos meus alunos porque o que eles de fato têm de aprender é quem eles são. E eu sei que é preciso um mundo para ensinar a uma pessoa quem ela é.

Eu sou um paradoxo. Quanto mais escuto, mais alta se faz ouvir minha voz. Quanto mais estou disposto a receber com simpatia o que vem de meus alunos, mais tenho para oferecer-lhes.

Riqueza material não faz parte dos meus objetivos, mas eu sou um caçador de tesouros, dedicado em tempo integral à procura de novas oportunidades para meus alunos usarem seus talentos e buscando sempre descobrir seu potencial, às vezes enterrando sob o sentimento de fracasso.

Sou o mais afortunado dos trabalhadores. Um médico pode trazer uma vida ao mundo num só momento mágico. A mim é dado cuidar que a vida renasça a cada dia com novas perguntas, melhores ideias e amizades mais sólidas. Um arquiteto sabe que, se construir com cuidado, sua estrutura pode durar séculos. Um professor sabe que, se construir com amor de verdade, sua obra com certeza durará para sempre.

Sou um guerreiro que luta todos os dias contra a pressão de colegas, a negatividade, o medo, o conformismo, o preconceito, a ignorância e a apatia. Mas tenho grandes aliados: a inteligência, a fé, o amor e o riso. Todos vêm reforçar minha trincheira.

E a quem deco agradecer pela vida maravilhosa que tenho senão a vocês, pais que me honraram ao me confiar seus filhos, que são sua maior contribuição para a eternidade.

E assim tenho um passado rico em recordações. Tenho um presente desafiador, cheio de aventuras e alegrias, porque me é dado passar todos os meus dias com o futuro. Sou um professor... e agradeço a Deus por isso, todos os dias.                   
                                         
                                                           (Autor/a desconhecido/a)

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

O QUE O BRASIL COMEMORA NO DIA 12 DE OUTUBRO?




No dia 12 de outubro, comemoram-se três datas, embora poucos lembrem-se de todas elas: Nossa Senhora Aparecida, padroeira oficial do Brasil, o Dia das Crianças e o Descobrimento da América. 


Nosso feriado nacional, no entanto, deve-se somente à primeira data, e, embora a devoção à santa remonte aos idos do século XVIII, só foi decretado em 1980.


Há duas fontes sobre o achado da imagem, que se encontram no Arquivo da Cúria Metropolitana de Aparecida e no Arquivo Romano da Companhia de Jesus, em Roma.

Segundo estas fontes, em 1717 os pescadores Domingos Martins García, João Alves e Filipe Pedroso pescavam no rio Paraíba, na época chamado de rio Itaguaçu. Ou melhor, tentavam pescar, pois toda vez que jogavam a rede, ela voltava vazia, até que lhes trouxe a imagem de uma santa, sem a cabeça. Jogando a rede uma vez mais, um pouco abaixo do ponto onde haviam pescado a santa, pescaram, desta vez, a cabeça que faltava à imagem e as redes, até então vazias, passaram a voltar ao barco repletas de peixes. Esse é considerado o primeiro milagre da santa. Eles limparam a imagem apanhada no rio e notaram que se tratava da imagem de Nossa Senhora da Conceição, de cor escura.

Durante os próximos 15 anos, a imagem permaneceu com a família de Felipe 

Pedroso, um dos pescadores, e passou a ser alvo das orações de toda a comunidade. A devoção cresceu à medida que a fama dos milagres realizados pela santa se espalhava. A família construiu um oratório, que, logo constatou-se, era pequeno para abrigar os fiéis que chegavam em número cada vez maior. Em meados de 1734, o vigário de Guaratinguetá mandou construir uma capela no alto do Morro dos Coqueiros para abrigar a imagem da santa e receber seus fiéis. A imagem passou a ser chamada de Aparecida e deu origem à cidade de mesmo nome.



http://www.portaldafamilia.org/datas/criancas/diansra.shtml

SER CRIANÇA



Maria de Belém


Escola Anayde Beiryz -João Pessoa PB
Imagem do professor Dinho/Projeto Resgatando Valores


Ser criança
 é tocar o céu e ter os pés fincados na terra.
É ser idolatrado por muitos, 
mas também por muitos ser maltratada.

Ser criança
é ser sinal de contradição:
pequena e grande ao mesmo tempo,
portadora de grandes alegrias
e outras vezes
geradora de maldições e intrigas.

Ser criança
é lembrar que a vida
é feita de força
e de fragilidade.
De entrega e de egoísmos.

Ser criança 
é lembrar o Reino dos Céus
e apontar em sua direção.

Ser criança
é ser mestra da humanidade.
Feliz o adulto
que tem saudades
de seu tempo de criança
e que entra nesta escola.


domingo, 2 de agosto de 2015

DIA MUNDIAL DO FOLCLORE



https://www.google.com.br/


O folclore é o conjunto das tradições de um povo, expressas nas suas lendas, canções e costumes. O folclore constitui-se da riqueza cultural da humanidade. Segundo o Calendário Aluá nº 2, (2006, p. 15),  o dia 02 de agosto é o "Dia Mundial do Folclore. É através dele que no mundo inteiro se estabelecem as relações de identidade. 
Todavia essa riqueza cultural passa quase que despercebida pelo mundo inteiro. No século XIX, a pesquisa folclórica se espalha por toda a Europa, com a concientização de que a cultura popular poderia desaparecer devido ao modo de vida urbano. O folclore passa então a ser usado como principal elemento nas obras artísticas, despertando o sentimento nacionalista dos povos.
Para muitas pessoas o folclore traduz algo do passado e por isso, se torna esquecido, sendo lembrado principalmente nas escolas no dia folclore. Quando na verdade a sua prática é algo empreendedor de uma riqueza que passa de geração a geração para se tornar como um elemento tradicional e histórico das culturas, das crenças, lendas e costumes.


Almanaque Aluá, nº II
www.google.com.br


segunda-feira, 27 de julho de 2015

A SAUDAÇÃO ENTRE OS POVOS




  • Os árabes: Que vossa manhã seja boa!
  • Os turcos: Que tua sombra não diminua!
  • Os chineses: Comeste bem o teu arroz?
  • Os franceses: Como vai você?
  • Os escoceses: Como vai a tua casa?
  • Os eslavos: Paz!
  • Os poloneses: Estamos a vossos pés!
  • Os dinamarqueses: Viveis bem?
  • Os espanhóis: Vá com Deus!
  • Os genoveses: Saúde e dinheiro!
  • Os egípcios: Como vai essa transpiração?
  • Nós, brasileiros: Bom-dia! Boa-tarde! Boa-noite! Olá! Como vai? Tudo bem?
  • Os maias: Eu sou o outro em você!
  • Os habitantes da Guiné Bissau: Como vai o corpo?


Esta é uma excelente opção para o/a professor/a trabalhar a comunicação e o cumprimento entre as culturas religiosas.

Atividades: 

  • Pesquisar a saudação de outros povos.
  • Confeccionar murais,
  • Cartazes
  • palavras cruzadas, etc.

Referência:
Almanaque Aluá nº 2, p.20

terça-feira, 21 de julho de 2015

SABEM COMO SURGIU O DIA DO AMIGO?




Foi por ocasião da chegada do homem à Lua, no dia 20 de julho de 1969, que o
odontologista argentino Enrique Ernesto Febraro ao assistir a aterrissagem da Nave Espacial disse: "a aterrissagem do homem na Lua foi um gesto de amizade, da humanidade para o universo. Esta conquista de toda a humanidade abriu a possibilidade de criar novos laços de amizade". Enviou mil cartas a mais de cem países, propondo a criação do Dia do Amigo, recebeu cerca de 700 respostas, todas a favor de sua ideia. Desde então, vários organismos nacionais, internacionais, políticos e religiosos aderiram ao Dia do Amigo.




Exemplos de frases sobre amizade de líderes religiosos:

“Temos de ir à procura das pessoas, porque podem ter fome de pão ou de amizade.”  “Não devemos permitir que alguém saia de nossa presença sem se sentir melhor e mais feliz.”(Madre Teresa de Calcutá).

" Amor e a verdade estão tão unidos entre si que é praticamente impossível separá-los. São como duas faces da mesma medalha". Gandhi).


Referências

Almanaque do Aluá nº 2
Mensagens da internet (google)

domingo, 19 de julho de 2015

NO MUNDO DAS CURIOSIDADES


Dia do Homem é comemorado anualmente em 15 de julho no Brasil.
Esta data foi inspirada no Dia Internacional do Homem, e tem o objetivo de conscientizar a população masculina sobre os cuidados que devem tomar com sua saúde.

O Dia do Homem começou a ser comemorado em 1999, em Trinidad e Tobago, pelo Dr. Jerome Teelucksingh, que com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), criou a data com o intuito de conscientizar as pessoas sobre os cuidados da saúde e igualdade de gênero masculino. 
De acordo com o Almanaque Aluá nº 2, o Dia Internacional do Homem é comemorado no dia 19 de julho juntamente com o Dia do Futebol, Tupac Amaru, mártir dos povos indígenas, provocada pela Revolta dos descendentes dos Incas, liderados por este cacique (1780-1781). Considerada como a maior urgência indígena da história da América Latina.
No Brasil, atualmente, a data não tem a mesma importância cultural do que o Dia das Mulheres (08 de Março), por exemplo, mas aos poucos parece ter maior aceitação entre a população. 
“Um verdadeiro homem é aquele que sabe reconhecer e compartilhar os seus sentimentos, chorar, agradecer, amar e, principalmente, respeitar o próximo! Feliz Dia do Homem!”
Pesquisa Internet

CURIOSIDADES SOBRE AS DATAS COMEMORATIVAS

Você sabia?



Que foi no dia 03 de julho de 1951 a "Aprovação da Lei Afonso Arinos, que condena a discriminação de raça, cor e religião?

Vejamos o que publica essa Lei!

LEI AFONSO ARINOS LEI Nº 1.390, DE 3 DE JULHO DE 1951 Inclui entre as contravenções penais a prática de atos resultantes de preconceitos de raça ou de cor. (Revogada pela LEI Nº 7.437, DE 20 DE DEZEMBRO DE 1985) O PRESIDENTE DA REPÚBLICA , faço saber que o CONGRESSO NACIONAL decreta e eu sanciono a seguinte Lei: 

Art 1º Constitui contravenção penal, punida nos termos desta Lei, a recusa, por parte de estabelecimento comercial ou de ensino de qualquer natureza, de hospedar, servir, atender ou receber cliente, comprador ou aluno, por preconceito de raça ou de cor. Parágrafo único. Será considerado agente da contravenção o diretor, gerente ou responsável pelo estabelecimento. 

Art 2º Recusar alguém hospedagem em hotel, pensão, estalagem ou estabelecimento da mesma finalidade, por preconceito de raça ou de cor. Pena: prisão simples de três meses a um ano e multa de Cr$5.000,00 (cinco mil cruzeiros) a Cr$20.000,00 (vinte mil cruzeiros). 

Art 3º Recusar a venda de mercadorias e em lojas de qualquer gênero, ou atender clientes em restaurantes, bares, confeitarias e locais semelhantes, abertos ao público, onde se sirvam alimentos, bebidas, refrigerantes e guloseimas, por preconceito de raça ou de cor. Pena: prisão simples de quinze dias a três meses ou multa de Cr$500,00 (quinhentos cruzeiros) a Cr$5.000,00 (cinco mil cruzeiros). 

Art 4º Recusar entrada em estabelecimento público, de diversões ou esporte, bem como em salões de barbearias ou cabeleireiros por preconceito de raça ou de cor. Pena: prisão simples de quinze dias três meses ou multa de Cr$500,00 (quinhentos cruzeiros) a Cr$5.000,00 (cinco mil cruzeiros). 

Art 5º Recusar inscrição de aluno em estabelecimentos de ensino de qualquer curso ou grau, por preconceito de raça ou de cor. Pena: prisão simples de três meses a um ano ou multa de Cr$500,00 (quinhentos cruzeiros) a Cr$5.000,00 (cinco mil cruzeiros). 

Parágrafo único. Se se tratar de estabelecimento oficial de ensino, a pena será a perda do cargo para o agente, desde que apurada em inquérito regular. 

Art 6º Obstar o acesso de alguém a qualquer cargo do funcionalismo público ou ao serviço em qualquer ramo das forças armadas, por preconceito de raça ou de cor. Pena: perda do cargo, depois de apurada a responsabilidade em inquérito regular, para o funcionário dirigente de repartição de que dependa a inscrição no concurso de habilitação dos candidatos. 

Art 7º Negar emprego ou trabalho a alguém em autarquia, sociedade de economia mista, empresa concessionária de serviço público ou empresa privada, por preconceito de raça ou de cor. Pena: prisão simples de três meses a um ano e multa de Cr$500,00 (quinhentos cruzeiros) a Cr$5.000,00 (cinco mil cruzeiros), no caso de empresa privada; perda do cargo para o responsável pela recusa, no caso de autarquia, sociedade de economia mista e empresa concessionária de serviço público. 

Art 8º Nos casos de reincidência, havidos em estabelecimentos particulares, poderá o juiz determinar a pena adicional de suspensão do funcionamento por prazo não superior a três meses. 

Art 9º Esta Lei entrará em vigor quinze dias após a sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Rio de Janeiro, 3 de julho de 1951; 130º da Independência e 63º da República. 

GETÚLIO VARGAS 
Francisco Negrão de Lima 

sábado, 20 de junho de 2015

ENTRE O SAGRADO E O PROFANO

COMO SE ORIGINARAM AS FESTAS JUNINAS?

De acordo com historiadores, as Festas Joaninas foram trazidas  para o Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial (época em que o Brasil foi colonizado e governado por Portugal). Essas festas homenageiam três santos católicos: Santo Antônio (no dia 13 de junho), São João Batista (dia 24) e São Pedro (dia 29). O nome joanina teve origem, segundo alguns historiadores, nos países europeus católicos no século IV. Quando chegou ao Brasil foi modificado para junina. Trazida pelos portugueses, logo foi incorporada aos costumes dos povos indígenas e negros, daí observamos que o mais curioso é que os índios que habitavam o Brasil antes da chegada dos portugueses também faziam importantes rituais durante o mês de junho... Apesar de essa época marcar o início do inverno por aqui, eles tinham várias celebrações ligadas à agricultura, com cantos, danças e muita comida. Com a chegada dos jesuítas portugueses, os costumes indígenas e o caráter religioso dos festejos juninos se fundiram. É por isso que as festas tanto celebram santos católicos como oferecem uma variedade de pratos feitos com alimentos típicos dos nativos. Há ainda quem diga que estas festividades eram comemoradas nessa época do ano anterior à era cristã, pois no hemisfério norte, várias celebrações pagãs aconteciam durante o solstício de verão.
A influência brasileira na tradição da festa pode ser percebida na alimentação, quando foram introduzidos o aipim (mandioca), milho, jenipapo, o leite de coco e também nos costumes, como o forró, o boi-bumbá, a quadrilha e o tambor-de-crioula. Mas não foi somente a influência brasileira que permaneceu nas comemorações juninas. Os franceses, por exemplo, acrescentaram à quadrilha, passos e marcações inspirados na dança da nobreza européia. Já os fogos de artifício, que tanto embelezam a festa, foram trazidos pelos chineses.
Essa importante data astronômica marca o dia mais longo e a noite mais curta do ano, o que ocorre nos dias 21 ou 22 de junho no hemisfério norte. Os povos antigos como os celtas, egípcios entre outros aproveitavam a ocasião para organizar rituais em que pediam fartura nas colheitas.
Segundo a antropóloga Lucia Helena Rangel, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). "Na Europa, os cultos à fertilidade em junho foram reproduzidos até por volta do século 10. Como a igreja não conseguia combatê-los, decidiu cristianizá-los, instituindo dias de homenagens aos três santos no mesmo mês".

http://www.brasilcultura.com.br/cultura/a-origem-da-festa-junina-no-brasil-e-suas-influencias/
http://mundoestranho.abril.com.br/materia/como-surgiram-as-festas-juninas

sábado, 13 de junho de 2015

DIA MUNDIAL DO MEIO AMBIENTE




Foi durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em 1972, em Estocolmo (Suécia), que a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o Dia Mundial do Meio Ambiente,  passando a ser comemorado no dia 05 de junho. Essa data, que foi escolhida para coincidir com a data de realização dessa conferência. Seu objetivo principal é sensibilizar e chamar a atenção de todas as esferas da população para os problemas ambientais e para a importância da preservação de todos os "recursos naturais", que para muitos, eram considerados inesgotáveis

Esse evento recebeu o nome de Conferência de Estocolmo. E a partir daí foram estabelecidos uma série de princípios que passaram a nortear a Política Ambiental do nosso Planeta. Contudo, apesar dos avanços, isso não quer dizer que tudo esteja garantido, haja vista os grandes problemas ambientais que preocupam a sociedade... Observamos isso nos noticiários locais e mundiais, em que relatam uma grande preocupação em torno do meio ambiente e dos impactos negativos da ação do homem sobre ele. 

Dentre os principais problemas que afetam o meio ambiente, podemos destacar o descarte inadequado de lixo, a falta de coleta seletiva e de Projetos de Educação Ambiental, que ainda são poucos. O consumo exagerado de recursos naturais, desmatamento, inserção de espécies exóticas, uso de combustíveis fósseis, desperdício de água e esgotamento do solo e energia. Esses problemas e outros poderiam ser evitados se os governantes e a população se conscientizassem da importância do uso correto e moderado dos nossos recursos naturais.



Sugestões de Atividades:

  • Pesquisas diversas;

  • Palavras cruzadas;

  • Músicas;

  • Construções de Murais;

  • Palestras;

  • Gincanas entre outras.



Fontes:

http://www.brasilescola.com/datas-comemorativas/dia-mundial-do-meio-ambiente-ecologia.htm

Imagens
https://www.google.com.br


sexta-feira, 22 de maio de 2015

CURIOSIDADES SOBRE AS RELIGIÕES

VOCÊ SABIA QUE:



  • Em 03 de maio se comemora o Dia do Sol?
  • "Uma data voltada para a valorização dessa importante estrela que possui profunda relação com a sobrevivência de todas as espécies de seres vivos da Terra".
  • Em 7 de maio é o Dia do Silêncio?
 
  • Este silêncio pode ser também considerado quando se silencia algum fato que não se quer falar ou questionar ou até mesmo fazendo com que caia no esquecimento da opinião pública...
  • Em 13 de maio é o dia da Festa budista , chamada  Vesak?Foi durante o mês de maio que Buda nasceu, recebeu a iluminação e alcançou o Nirvana. É a maior festa do Sri Lanka.  

  • Em 18 de maio é o Dia das Raças Indígenas nas Américas. Dados da Funai apontam que temos 410 mil índios, os quais se encontram espalhados em 220 povos .

Fontes:

Internet e Almanaque do Aluá nº 2

AMOR x AMIZADE








quarta-feira, 29 de abril de 2015

CURIOSIDADES RELIGIOSAS CULTURAIS


Você sabia?





  • Que 12 de abril é comemorado em Goiás a procissão do Fogaréu?
  • Que 19 de abril é uma data consagrada ao índio em todo continente americano desde 1940, quando se realizou no mèxico, o I congresso Indigenista Interamericano, reunindo líderes indígenas e representantes de diversos países.
  • Que no Brasil essa data é comemorada com a Semana dos Povos Indígenas, que constitui não só celebração, mas, também de luta e reivindicação das cerca de 215 sociedades indígenas existentes no país.
  • Que 20 de abril é o dia do nascimento do Profeta Maomé.




PENSANDO O ENSINO RELIGIOSO: TODO DIA É DIA DE INDIO

PENSANDO O ENSINO RELIGIOSO: TODO DIA É DIA DE INDIO: Atividades de Ensino Religioso realizadas por alunos do 8º e  9º Anos da Escola Municipal Aruanda- João pessoa - PB Coleção utilizada: ...

segunda-feira, 20 de abril de 2015

TODO DIA É DIA DE INDIO


Atividades de Ensino Religioso
realizadas por alunos do 8º e  9º Anos da
Escola Municipal Aruanda- João pessoa - PB
Coleção utilizada:
As Aventuras de Yara no Planeta Oculares
Volumes I e II/ Editora FURB - Santa Catarina
Segundo o relato da professora destas 
turmas, eles fizeram as suas escolhas,
se envolveram e se sentiram motivados.

Cada nação indígena possui crenças
e rituais religiosos diferenciados.

Esta é uma proposta que valoriza a 
nossa diversidade cultural religiosa


Atividades:

Como trabalhar em sala de aula depois de estudar.
  1. Com trabalhos de pesquisa e estudos diversos individual ou em grupos;
  2. Exposições sobre os trabalhos em cartazes e ou murais;
  3. Assistir vídeos da série "Indios do Brasil" (portal da TV Escola);
  4. Pesquisar músicas que abordem sobre os índios.
  5. Concursos de redação sobre a temática;
  6. Poesias, Paródias ;
  7. Excursões;
  8. Entrevistas entre outros.

Bom trabalho!




domingo, 19 de abril de 2015

PELOS CAMINHOS DA DIVERSIDADE



    AS AVENTURAS DE YARA NO PLANETA OCULARES


A Coleção
"As Aventuras de Yara no Planeta Oculares I e II:
Conhecendo, respeitando e convivendo com a
Diversidade Religiosa e os Direitos humanos.
Foi elaborado por educadores e pesquisadores 
envolvidos 
com a Área da(s) Ciência(s) da(s)Religião(ões) 
que defendem um Ensino Religioso Laico 
em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina 
(UFSC) e o Ministério de Educação e Cultura (MEC)
Em 2013.
Esta Coleção está sendo trabalhada na 
Escola Municipal Aruanda João Pessoa PB
Com as turmas do 8º e 9º Anos 
na disciplina de Ensino Religioso,
Conforme observamos os Cartazes 
elaborados pelos discentes
Os temas escolhidos pelas turmas foram: 
Diversidade cultural e preconceito
Segundo relato da Professora Elane 
a metodologia aplicada em sala de aula foi
através da leitura, interpretação, observação, 
discussões, reflexões e avaliação.
As atividades foram cartazes através 
de trabalhos em grupos; 
outros optaram para fazer individual
Como podemos observar os grupos 
escolheram uma tradição cultural religiosa
Foram momentos de grande riqueza
de conhecimentos
Preconceito? Que palavra é essa?

Nossa cultura brasileira está enraizada 
nessas duas Culturas  Afro Indígenas!
Todas as pessoas e grupos têm o direito de 
ser diferente, 
de se considerar e ser considerados como tais.
São nas diferenças que somos iguais
Valeu professora Elane Couras!

Textos Diversos