domingo, 4 de março de 2012

NOTÍCIAS DO FONAPER



1- EVENTO - XII Seminário Nacional de Formação de Professores de Ensino Religioso/SEFOPER

Ampliar imagemEm 2012, com data prevista para os dias 13 a 15 de setembro, a SEDUC do Amazonas, em parceria com o FONAPER e Faculdade Salesiana Dom Bosco, realizará o XII Seminário Nacional de Formação de Professores de Ensino Religioso/SEFOPER. O evento será um marco na histórica do Ensino Religioso no Norte do País. 
O tema proposto é "ENSINO RELIGIOSO - área do conhecimento da educação básica: interfaces com a proposta pedagógica da escola”.





3- Escola Promove Feira de Ensino Religioso

Quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 - 11h10min
 
<br>Fonte: Governo do Estado da Paraíba
No dia 4 de novembro de 2011 a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Irineu Pinto, localizada no município de Bayeux-PB abriu as portas  de suas dependências para a realização da primeira feira de cultura religiosa da instituição, e também a primeira no Estado. Durante todo o dia a escola recebeu a visita dos estudantes e professores das outras instituições escolares localizadas no mesmo município, que foram convidados para a realização desse evento que teve grande aceitação pela comunidade local.
O evento teve como principal objetivo levar os estudantes da escola à pesquisa e a transmissão de conhecimento adquirido sobre as principais religiões existentes no mundo, procurando observar as diferenças e semelhanças existentes em todas elas, buscando não apenas conhecê-las, mas, principalmente respeitar as mais variadas manifestações e práticas religiosas.
As salas de aula foram devidamente organizadas pelos alunos com toda uma gama de símbolos e objetos que buscaram retratar cada religião existente e representada na escola, alem das palestras proferidas pelos alunos, bem como a dança indígena, coreografada pelos alunos.
Dentre as diversas religiões representadas no evento podemos destacar o cristianismo, islamismo, budismo, espiritismo, candomblé, umbanda e a religiosidade indígena, e a forma como cada religião foi pesquisada pelos grupos de estudantes responsáveis por cada tema apresentado.
A surpresa maior ficou por parte dos estudantes e de seus responsáveis que segundo alguns depoimentos colhidos, não demonstraram preconceito, indiferença ou qualquer forma de aversão às religiões que estavam sendo pesquisadas. Além da reação positiva dos familiares podemos destacar a interatividade desses alunos para com a religião na qual eles estavam pesquisando. O que antes era visto como preconceito, agora, depois das pesquisas realizadas por eles, foi visto com respeito como nos fala o estudante de confissão evangélica e que fez pesquisa sobre a religião afro ( candomblé e umbanda): “antes de pesquisar tinha preconceito pelas coisas que falavam para nós sobre essa religião mas, depois das pesquisas que realizei junto com os meus colegas, esse preconceito acabou. A religião e a fé do outro é tão válida quanto a minha”.
O Projeto foi elaborado pelas professoras de Ensino Religioso Maria Aparecida Batista de Miranda (a.b.miranda@hotmail.com), professora titular desta disciplina no Colégio Irineu Pinto e Rosilene Avelino Alves (rosi.aa@hotmail.com), professora de Ensino Religioso e Mestranda em Ciências das Religiões da UFPB.
 

Um comentário:

  1. Caríssimos professores:

    Não podemos deixar de comparecer a este grandioso evento no Norte do País, pois são momentos de muita importância para nós. São significativos pelo conhecimento e pelas discussões sobre a diversidade, o fenômeno religioso e a estabilidade do Ensino Religioso em nosso Brasil.

    ResponderExcluir

Paciência - Lenine