sexta-feira, 13 de março de 2020

SALA DE AULA: UM ESPAÇO SURPREENDENTE


Texto retirado do módulo  12 do  FONAPER.
A relação do professor  x aluno em sala de aula 


Para nossa reflexão:

Ensino Religioso... 5° ano
Thiago, (nome fictício), 12 anos, repetente;

  • Indisciplinado;
  • Perambula pela sala todo o tempo;
  • Provoca os colegas;
  • Irrita os professores;
  • É disperso, desconcentrado;
  • Não está aí para nenhuma disciplina, para nenhum professor.

A professora de Ensino Religioso se aproxima, senta-se ao lado.
-Olhe para mim, Thiago! (Olhar furtivo, desconfiado)
Quero conversar com você.
-Quantos anos você tem?
-12.
-Com quem você mora?
-Com minha avó.
-Onde está a sua mãe?
-Morreu.
-Quando?
-Vai fazer um ano em julho (era maio).
-Que pena, eu também perdi minha mãe e meu marido, Thiago.
-Onde está seu pai?
-Não mora comigo, mas nos visita de vez em quando.
- Você tem irmãos?
-Tenho três: eu sou o mais velho.
-Quantos anos tem o mais novo?
-Quatro anos. É minha irmãzinha.
-Você ajuda sua avó Thiago?
-Ajudo: lavo roupa, limpo a casa e ajudo a cuidar dos meus irmãos.
Enquanto a professora falava com o Thiago, a sala de aula silenciou.
Agora Thiago olha a professora não só como alguém que sabe mais do que ele, mas como alguém que conhece o sofrimento e a perda tanto quanto ele. Se o saber os coloca em patamares diferentes, a vida os coloca em patamares iguais. Essa interação interação professor-aluno diminuiu a distância e tornou Thiago mais receptivo à aprendizagem, mais atento, mais dócil...

É preciso  muitas vezes "perder tempo" na escuta, no diálogo, na atenção para a alteridade.

Perguntando:
E você professor, o que faria numa situação parecida com esta? 
Como você agiria?

Dê sua sugestão...

Referência
Módulo  12 do  FONAPER. KIT Capacitação para um novo Milênio. Ensino Religioso. 2000



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Almir sater - ando devagar

Textos Diversos