sexta-feira, 13 de março de 2020

EDUCAÇÃO INFANTIL: CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS DA BNCC- TRAÇOS, SONS CORES E FORMAS / ENSINO RELIGIOSO






De acordo com  a autora Carniato: "A criança da Pré- Escola é capaz de planejar ações e prever conseqüências. O pensamento é flexível e apto a compreender a diversidade. Ela escuta e aceita a opinião do colega, mesmo se for diferente da sua". 

Nesse caso temos: O educador Dr. Geraldo Peçanha de Almeida, psicanalista e escritor. Estudioso da BNCC na Educação Infantil. Ele apresenta a BNCC em todas as suas fases. 
Como  a nossa fase na escola é a faixa etária de 4 a 5 anos, partiremos deste ponto. Tudo o que se passa nesse vídeo ´refere-se ao 4º  campo de experiências  a vivências das formas, nos diferentes traços, sons e cores. Segundo esse autor, “as crianças exploram essas formas na arquitetura, nas danças, no teatro, na natureza. Elas observam, percebem e passam à compreensão do mundo. 

youtube

Lembrando que isso acontece diante das orientações do docente responsável pela turma. Por que isso? Para desenvolver a sua socialização de aprender a escutar; ouvir o outro/a; respeitando cada um na sua fala até chegar a sua vez, de falar levantando a mão.  Nesse ponto o diálogo é muito importante, pois ajuda muito a criança a fazer serenamente a passagem do egocentrismo da 1ª infância para a relação, que requer dela o desenvolvimento de outras possibilidades, além das aptidões físicas, intelectuais, culturais religiosas e emocionais.

A curiosidade desperta na criança desafios de: comparar; elaborar perguntas; gosta de entrevistar; quer desvendar os mistérios que a cerca, saber por quê? Por quê... Tudo isso se relaciona ao seu desenvolvimento global.

1-Uma dica de atividades para o educador:
Aproveitar esses questionamentos para elaborar a diversidade de atividades relacionada à:
Músicas infantis; fantoches; teatro; pintura e desenhos; dramatização, colagem em mosaicos, pequenos vídeos de desenhos animados, sobre a criação; a natureza e a diferenças, entre outras.


(Oleniki/Daldegan 2004 p. 60) afirmam: “No ER, o brincar, o lúdico, é uma ferramenta que contribui, para envolver o educando e sua cultura religiosa”.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Almir sater - ando devagar

Textos Diversos