sexta-feira, 29 de abril de 2016

ORIGEM DOS ÍNDIOS NO BRASIL





     Os antepassados dos índios do Brasil, assim como os dos outros povos indígenas americanos, vieram da Ásia há cerca de 40 mil anos. Eles chegaram ao continente, através de um longo processo migratório, passando pelo estreito de Bering (une o Alasca na América à Sibéria na Ásia). Esta passagem, de acordo com historiadores, pode ter ocorrido durante um período de glaciação.
      Os índios brasileiros são descendentes dos primeiros habitantes que chegaram à América, atravessando o estreito de Bering, o ponto mais próximo entre a Ásia e a América. Foram os antepassados dos tupis, tupis-guaranis, tapuias, tupinambás, guaicurus etc. Eram caçadores e coletores, fabricavam instrumentos de pedra e se tornaram ótimos ceramistas. Ficaram conhecidos como povo das flechas, povo dos sambaquis (montanhas de conchas), povo bumerangue e outros. 
        Quando os primeiros historiadores europeus tiveram notícias dos povos que habitavam o Brasil, diziam que os índios eram divididos em duas raças: os tupinambás, caçadores que já sabiam plantar e colher, e os tapuias, povos coletores e nômades, que mudavam de lugar sempre que o alimento acabava. Com o passar do tempo, há cerca de 3 mil anos, os primeiros povos foram se expandindo, dando origem aos diferentes grupos indígenas: goitacás, aimorés, xavantes etc.


http://www.suapesquisa.com/indios/curiosidades.htm

quinta-feira, 21 de abril de 2016

OS DONOS DA TERRA




DIA DO ÍNDIO

No Brasil, comemora-se no dia 19 de abril esta homenagem aos nossos índios. Esta data comemorativa foi criada em 1943, pelo Presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei nº 5.540.
E por que esta data?
Quando voltamos à nossa história vimos que em 1940 criou-se a data consagrada ao Índio em todo o continente americano, por ocasião do I Congresso Indigenista Interamericano no México. Onde reuniu líderes indígenas e representantes de diversos países. 
No Brasil, a Semana dos Povos Indígenas constitui não só um período de celebração, mas também de luta e reivindicação de cerca de 215 sociedades indígenas existentes no país.
Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste continente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, eles não compareceram nos primeiros dias do evento por estarem preocupados e temerosos.
Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”. Somente após as reuniões e reflexões, diversos líderes decidiram participar, por entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de abril e que depois foi escolhido no Continente Americano, como Dia do Índio.  
"A cultura religiosa indígena, destacando alguns pontos relevantes que contribuíram com a nossa cultura, pode ser chamada de uma religião ecológica por estar bastante ligada ao culto da natureza, isto é, toda à “criação divina” e aos poderes sobrenaturais que alguns homens possuem."


REFERÊNCIAS


ALMANAQUE DO ALUÁ Nº 2. (SAPE) Serviço de Apoio à Pesquisa em Educação. 

Holmes, Maria José Torres. Dissertação de Mestrado pela UFPB/PB: Ensino Religioso: Problemas e  Desafios. (2010). 


Paciência - Lenine