O PROCESSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DE ENSINO RELIGIOSO




Momentos das oficinas- Trabalhos em grupo - 2013
Momentos Reflexivos do grupo - 2013       
A formação docente é uma necessidade básica para o (a) professor (a) de Ensino Religioso. Essa é uma questão a ser enfrentada por esses profissionais que na maioria das vezes chegam para assumirem este componente curricular sem ao menos saberem o que ensinarão para os discentes e de início se deparam com os conteúdos completamente diferente do que imaginavam. E aí vêm as dúvidas! O que ensinar? Como vou desenvolver o planejamento? O que reforça a necessidade da sistematização desse processo de formação, principalmente porque este (a) profissional necessita se qualificar para assumir as classes e ministrar essas aulas, mesmo porque não possuem habilitação específica nessa área de conhecimento.
Para isso é preciso um estudo aberto e criativo, com muito diálogo sobre o fenômeno religioso das diversas culturas religiosas e suas manifestações na nossa sociedade, já que este é considerado o objeto de estudo desse componente curricular. Tendo em vista o preconceito religioso ser bem acentuado na sociedade, bem como quaisquer formas preconceituosas de proselitismo que afetam o diálogo entre as religiões e ao mesmo tempo provoca certa indiferença entre as pessoas, o que torna importante este estudo para os educadores e, por isso requer um cuidado especial sobre a seleção de conteúdos.
            Esta proposta tem a intenção de promover um espaço, onde o diálogo, o respeito e a aceitação dos educandos, sejam quais forem suas convicções de fé, se deem no sentido de um amadurecimento a respeito da construção do conhecimento sobre as tradições e culturas religiosas existentes no Planeta, bem como em nosso País, pela sua diversidade e que possa eliminar as diversas formas de preconceito existente no espaço escolar e conseqüentemente atinja a nossa sociedade. Com isto estaremos educando as novas gerações, apresentando-lhes alternativas e precavendo contra fundamentalismos e manipulações ideológicas de discursos religiosos, existentes na sociedade.
É importante destacar a necessidade de uma formação docente para a alteridade, respaldada na dignidade e na ética. É o que faz a diferença para este componente curricular. Tendo como objetivos principais:
  • Reconhecer que o Ensino Religioso se apresenta como, uma questão diretamente ligada à vida, refletindo no comportamento do ser humano, no sentido que orienta a sua ética, em relação aos costumes e bens das tradições culturais e religiosas, que devem ser respeitadas enquanto patrimônio da humanidade.
  • Favorecer o entendimento dos educadores sobre a compreensão da razão de ser do Ensino Religioso no sistema de ensino público e ao mesmo tempo aprendam a essência das tradições religiosas, no entendimento de que este componente curricular tem um significado próprio e profundo e que tem algo de transcendente que é o fenômeno, religioso e por isso é o objeto de estudo do Ensino Religioso. 
  • Compreender o ER como área de conhecimento científico e a escola como um espaço social promotor de experiências individuais e coletivas no âmbito religioso e pedagógico, a partir da perspectiva existencial-fenomenológica e reflexiva. 
    CECAPRO - Formação de 2006
    "A história é a transformação da realidade"
    Livro: Lições do pequeno príncipe
    Momentos históricos do ER em João Pessoa - PB
    Exposição dos trabalhos-2007
    Relatos de experiências- 2007

SHARE
    Blogger Comentarios
    Facebook Comentarios

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial