domingo, 11 de agosto de 2013

O AMOR DA NATUREZA PELO SER HUMANO

Enviadas: Domingo, 21 de Julho de 2013 16:52
Assunto: A Revolta do Ipê!





 A Revolta do Ipê!
Um Ipê Amarelo foi cortado e  seu tronco 
foi  transformado em um poste.
Após o poste ser fincado na rua, 
foram instalados os fios da rede elétrica.
Eis que a árvore se rebela contra a maldade
 
humana e resolve não morrer.
Mas a reação foi pacífica, bela e cheia de amor.
    
Rebrotou e encheu-se de flores.  
Assim é a natureza...vencedora !  
Porto Velho - Rondônia  - Brasil





Áurea e Boros
Vânia

sábado, 10 de agosto de 2013

Renata Arruda - Porta do Sol







Esta é a minha grande homenagem a esta minha terra do coração. São 33 anos que nossa família mora nesta linda cidade, tão querida e tão amada pelos brasileiros que aqui chegam, não só para morar, mas para conhecer seus cantos e encantos.
Parabéns minha querida João Pessoa! Parabéns minha querida Paraíba hospitaleira do meu amado Brasil.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

RECORDANDO UM POUCO DA HISTÓRIA DE JOÃO PESSOA-PB

João Pessoa, capital do Estado da Paraíba. É a cidade mais populosa do Estado e a terceira capital mais antiga do Brasil. Fundada em 05 de agosto de 1885 com o nome de Nossa Senhora das Neves em "homenagem ao Santo do Dia". (Igreja Católica Romana).
 Depois foi chamada de Filipéia de Nossa Senhora das Neves, em 29 de outubro de 1885, em atenção ao Rei da Espanha D. Felipe II, quando Portugal passou ao domínio espanhol. 
Posteriormente recebeu o nome 
de Frederikstadt (Frederica), em 26 de dezembro de 1634, por ocasião da sua conquista pelos holandeses, em homenagem a Sua Alteza, o Príncipe de Orange, Frederico Henrique. Em seguida, seu nome foi mudado, chamando-se Parahyba, a 01 de fevereiro de 1654, com retorno ao domínio prtuguês, recebendo a mesma denominação que teve a capitania, depois a província e por último o Estado. 
Em 04 de setembro de 1930, 
passou a se chamar de João Pessoa, homenagem prestada ao Presidente do Estado, assassinado em Recife, por ter negado apoio ao Dr. Júlio Prestes, candidato oficial à Presidência da República, nas eleições de 1930 (Rodriguez,1991)
 

Paciência - Lenine