AS DEUSAS MÃES


As religiões do paganismo são, no ocidente, aquelas que mais focalizam os cultos em uma Deusa Mãe. Acredita-se que na WICCA, exista a Grande Divindade, é uma força superior que originou tudo e que é adorada sob a forma de duas divindades básicas: a Grande Mãe e o Deus Cornífero. Toda essa transcendência é simbolizada por esse Casal Divino que representa todos os demais deuses das diversas mitologias adotadas pelos wiccanos.
Uma conseqüência do culto à Deusa Mãe na Wicca é a super-valorização da natureza, justificada pela sua ligação à Terra, na forma de Gaia. Além da Terra, outro símbolo muito importante da Deusa é a Lua, onde se manifesta de três maneiras, na forma de Deusa Tríplice, sendo a Lua Cheia associada ao seu aspecto de Deusa Mãe.


 Exemplos de deusas mães

Pelasgos: Eurínome foi a princípio o protótipo da Deusa Mãe Criadora grega e a mais importante divindade dos pelasgos, o povo que ocupou a região da Grécia em tempos pré-históricos antes da invasão jônica e dórica.

Deusas sumérias, mesopotâmicas e gregas:
Ishtar: Inanna;
 Ninsuna na caldeia;
Asherah em Canaã;

Elam: Uma das mais importantes figuras do panteão foi a deusa Pinikir um nome com cognatos encontrado em outros sistemas de crença de povos desta região.

Deusas celtas: A deusa irlandesa Anann, às vezes conhecida como Dana, tem um impacto como deusa mãe, a julgar pelo Dá Chích Anann cerca de Killarney (Condado de Kerry). A literatura irlandesa nomeia a última e mais favorecida geração de deuses como ‘o povo de Danu’ (Tuatha de Dannan), Ceridween.


Deusas nórdicas: Entre os povos germânicos provavelmente foi adorada uma deusa na religião da Idade de Bronze Nórdica, chamada por Jörð que mais tarde foi conhecida como Nerthus na mitologia germânica, e que possivelmente seu o culto persistiu no culto a Freya da mitologia nórdica. Sua equivalente na Escandinávia era a deusa aclamada por "natureza" Jörð e o deus dos mares e da fertilidade Njörðr. Jord possui diversos aspectos parecidos com as outras Deusas, como por exemplo seu nome no Islandês que é Gyðia e quer dizer "Deusa".

Deusas gregas: Nas culturas do Egeu, Anatólia e no antigo Oriente Próximo, uma deusa mãe foi venerada com as formas de Cibeles (adorada em Roma como Magna Mater, a ‘Grande Mãe’), de Gea e de Rea.

Deusas romanas: A equivalente de Afrodite na mitologia romana, Vênus, foi finalmente adotada como figura de deusa mãe. Era considerada a mãe do povo romano, por ser a de seu ancestral, Eneias, e antepassado de todos os subsequentes governantes romanos. Na época de Júlio César se apodava Vênus Genetrix (‘Mãe Venus’).
Magna Dea é a expressão latina para ‘Grande Deusa’, e pode aludir a qualquer deusa principal adorada durante a República ou Império romano. O título, Magna Dea podia aplicar-se a uma deusa a origem de um panteão, como Juno ou Minerva, ou a uma deusa adorada monoteisticamente.

Deusas mães túrquicas siberianas: Umai, também conhecida como Ymai o Mai, é a Deusa Mãe dos turcos siberianos. Representa-se com sessenta tranças douradas, que parecem raios de sol. Crêem-se que uma vez foi idêntica a Ot dos mongóis.

Deusas Afro-Brasileiras (Orixás): Iemanjá, Oxum, Iansã e outras Deusas Mães compõem o panteão de Orixás das religiões Afro-brasileiras, e cada uma delas responde por um aspecto da natureza, da vida das pessoas, etc. Existem muitas particularidades em cada uma delas, mas algumas em especial podem manipular o tempo, o espaço, os elementos etc. Tanto no Candomblé como na Umbanda as Deusas Mães possuem um papel primordial, e para muitos fiéis, vai além das Divindades Masculinas, pois são "adotados" e se tornam "filhos" delas.

No Hinduísmo: A deusa Durga é considerada como a deusa mãe suprema por alguns hindus.
 Para os hinduistas, o culto a Deusa Mãe pode seguir-se até as origens da cultura védica, e talvez mais além. O Rig Veda chama o poder divino feminino Mahimata um termo que significa literalmente ‘Mãe Terra’.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Deusa_m%C3%A3e
SHARE
    Blogger Comentarios
    Facebook Comentarios

0 comentários:

Postar um comentário

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial