quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

CARNAVAL FESTA DA CARNE



Origem do carnaval: 
Segundo as pesquisas o carnaval surgiu na Grécia, nos anos 600 a 520 A. C. Os gregos realizavam seus cultos em homenagem a seus deuses, agradecendo pela fertilidade do solo e pela produção.
Outras pesquisas afirmam que o carnaval é de origem incerta, pois esse termo era encontrado no latim medieval, como carnem levare ou  carnelevarium (Séc. XI e XII). A palavra "carnaval" está, desse modo, relacionada com a ideia de deleite dos prazeres da carne marcado pela expressão "carnis valles", que, acabou por formar a palavra "carnaval", sendo que "carnis" em latim significa carne e "valles" significa prazeres. começando pela quarta feira de cinzas a proibição pela Igreja católica de se comer carne.
Existem ainda o pensamento de que o carnaval tem suas raízes num festival religioso primitivo pagão, ressaltando o ano novo e o ressurgimento da natureza. Esses festejos eram bastante difundidos pela população de cada cidade. 
Todos comemoravam brincando, comendo fartamente, consumindo muito vinho. Existe ainda a hipótese de que surgiu em Roma dos Cézares ligadas às famosas saturnálias, de caráter orgíaco. Contudo, o rei Momo é uma das formas de Dionísio — o deus Baco, patrono do vinho e do seu cultivo, e isto faz recuar a origem do carnaval para a Grécia arcaica. Aos poucos foram surgindo não só por parte dos gregos , mas, dos romanos a introdução de bebidas, as práticas sexuais na festa, tornando-a intolerável aos olhos da Igreja. 

Com isso o carnaval tornou-se uma festa condenada pela Igreja por suas realizações em canto e dança que aos olhos cristãos eram atos pecaminosos. A partir da adoção do carnaval por parte da Igreja, a festa passou a ser comemorada através de cultos oficiais, o que bania os “atos pecaminosos”. Tal modificação foi fortemente espantosa aos olhos do povo, já que fugia das reais origens da festa, como o festejo pela alegria e pelas conquistas.  A partir de 1545, (Concílio de Trento), o carnaval voltou a ser uma festa popular.
A festa carnavalesca surgiu a partir da implantação, da Semana Santa no século XI pela Igreja Católica antecedida por quarenta dias de jejum, a "Quaresma". Esse longo período de privações acabaria por incentivar a reunião de diversas festividades nos dias que antecediam a quarta feira de cinzas (início da Quaresma). 



O carnaval chegou no Brasil aproximadamente em 1723, com influência europeia. 
Eram desfiles de pessoas fantasiadas e mascaradas. Somente no século XIX que os blocos carnavalescos surgiram com carros decorados e pessoas fantasiadas de forma semelhante a de hoje, com suas marchinhas e sambas...
Em geral, o carnaval tem a duração de três dias, os dias que antecedem a 4ª feira de cinzas Em contraste com a Quaresma, tempo de penitência e privação, estes dias são chamados "gordos", em especial a terça-feira (Terça-feira gorda, também conhecida pelo nome francês (Mardi Grass). O termo mardi gras é sinônimo de Carnaval. Também é festejado em muitas cidades europeias, Estados Unidos, Canadá, entre outras. 
E em todo  Brasil, o carnaval é festejado de acordo com as cidades de cada região...Entre estas destaca-se o Rio de Janeiro que foi responsável pela exportação de um carnaval diferente para o mundo inteiro pelo luxo, brilho e riqueza das fantasias das mais variadas Escolas de Samba . 
O de Recife que é apontado como o mais animado com seus frevos e maracatús e o de Salvador com seus blocos de Olodum, Axé e Timbalada entre outros.




Vejam Mais.

www.brasilescola.com/carnaval/historia-do-carnaval.htm 

www.suapesquisa.com/carnaval
 

2 comentários:

  1. O QUE É A SABEDORIA?

    (LS.1.1.) - Amai a justiça, vós os que julgais a terra: Senti bem do Senhor, e buscai-o com simplicidade de coração; (1PE.4.3) porque basta o tempo decorrido para terdes executado a vontade dos gentios, tendo andado em dissoluções, concupiscências, orgias, bebe dices e em detestáveis idolatrias:(EC.1.1.)- Toda a sabedoria vem do Senhor Deus, e com ele esteve sempre, e está antes de todos os séculos: (EC>39.39) – Todas as obras do Senhor são boas, e toda criatura, chegada a sua hora, fará o seu dever: (PV.28.9) – O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração é abominável: (EC.15.1) – O que teme a Deus fará boas obras, e o que está firmado na justiça lançará mão da sabedoria; (LS.8.4) – porque é ela que ensina a ciência de Deus, e a que dirige as suas obras: (LC.11.49) – Por isso também disse a sabedoria de Deus:(LS.6.24) – E eu vos relatarei que cousa é a sabedo-ria, e qual foi a sua origem, e não encobrirei os segredos de Deus; mas investigá-los-ei desde o principio do seu nascimento, e porei às claras a sua ciência, e não passarei por alto a verdade;(1co.15.45) pois assim está escrito: (AR.795.59)

    (São 795 letras e 59 sinais que, recOmpostos, revelam):



    A VERDADEIRA SABEDORIA É ESTA: A LOUCURA DO DEUS VIVO:

    Até os idolatras estão lendo que Eu sou a Sabedoria que movi o cora-ção desse Homem sábio que serve as almas, e passa a virtude da sabedoria do Espírito de Deus, a mesma de todos os Santos: Ele vos dirá: Eu crio a justiça de Deus, com a qual julgareis os pecadores do diabo na obra da criação: Ouvi e testemunhai que Eu sou a sabedoria dos Santos, que testei todo povo no testamento bíblico dos gentios e dos sábios, e desci o que sabe e fará a justiça na Santa Lei de Deus, pela mão do Homem que encarna o seu Espírito e o seu Verbo, e exerce o poder da graça de Deus, para dar consciência sábia à Cris-tandade: Esse Profeta sabia ler a si, e escreve lendo a Escritura Sagrada em Cristo; pois é o Guia dos Guias que tem essa consciência Cristã, e ensina às almas a ciência do bem e do mal: E agora sabei, e podeis servir, e hão de seguir o Espírito desse Santo, que força e move a mão dos papas nessa fé, e na sabedoria de outro Cristo que se chama Arnaldo Ribeiro: (Il.795.47)

    (Texto transcrito da página 78 da Bibliogênese de Israel)

    ResponderExcluir
  2. O QUE É A SABEDORIA?

    (LS.1.1.) - Amai a justiça, vós os que julgais a terra: Senti bem do Senhor, e buscai-o com simplicidade de coração; (1PE.4.3) porque basta o tempo decorrido para terdes executado a vontade dos gentios, tendo andado em dissoluções, concupiscências, orgias, bebe dices e em detestáveis idolatrias:(EC.1.1.)- Toda a sabedoria vem do Senhor Deus, e com ele esteve sempre, e está antes de todos os séculos: (EC>39.39) – Todas as obras do Senhor são boas, e toda criatura, chegada a sua hora, fará o seu dever: (PV.28.9) – O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração é abominável: (EC.15.1) – O que teme a Deus fará boas obras, e o que está firmado na justiça lançará mão da sabedoria; (LS.8.4) – porque é ela que ensina a ciência de Deus, e a que dirige as suas obras: (LC.11.49) – Por isso também disse a sabedoria de Deus:(LS.6.24) – E eu vos relatarei que cousa é a sabedo-ria, e qual foi a sua origem, e não encobrirei os segredos de Deus; mas investigá-los-ei desde o principio do seu nascimento, e porei às claras a sua ciência, e não passarei por alto a verdade;(1co.15.45) pois assim está escrito: (AR.795.59)

    (São 795 letras e 59 sinais que, recOmpostos, revelam):



    A VERDADEIRA SABEDORIA É ESTA: A LOUCURA DO DEUS VIVO:

    Até os idolatras estão lendo que Eu sou a Sabedoria que movi o cora-ção desse Homem sábio que serve as almas, e passa a virtude da sabedoria do Espírito de Deus, a mesma de todos os Santos: Ele vos dirá: Eu crio a justiça de Deus, com a qual julgareis os pecadores do diabo na obra da criação: Ouvi e testemunhai que Eu sou a sabedoria dos Santos, que testei todo povo no testamento bíblico dos gentios e dos sábios, e desci o que sabe e fará a justiça na Santa Lei de Deus, pela mão do Homem que encarna o seu Espírito e o seu Verbo, e exerce o poder da graça de Deus, para dar consciência sábia à Cris-tandade: Esse Profeta sabia ler a si, e escreve lendo a Escritura Sagrada em Cristo; pois é o Guia dos Guias que tem essa consciência Cristã, e ensina às almas a ciência do bem e do mal: E agora sabei, e podeis servir, e hão de seguir o Espírito desse Santo, que força e move a mão dos papas nessa fé, e na sabedoria de outro Cristo que se chama Arnaldo Ribeiro: (Il.795.47)

    (Texto transcrito da página 78 da Bibliogênese de Israel)

    ResponderExcluir

Paciência - Lenine