domingo, 6 de janeiro de 2013

TERNO DE REIS OU FOLIA DE REIS



A Festa de Reis, teve a sua origem em Portugal e chegou ao Brasil na época da colonização, no século XVI cerca do ano de 1534, trazido pelos Jesuítas, e servindo como um instrumento na catequização dos índios e, posteriormente, dos negros escravos. E era comum a ocorrência de doação e recebimento de presentes enquanto eram entoados cantos e danças nas residências da época.
É considerada como festa Cristã Católica, portanto religiosa e ao mesmo tempo profana, fazendo parte do ciclo natalino, anualmente realizado no período de dezembro até seis (6) de janeiro, quando se realizam as comemorações do nascimento de Jesus com várias festividades, ou festejos populares: como Congados, Folia de Reis, Império do Divino, Reinado do Rosário e Pastorinhas. Por isso apresenta um caráter profano-religioso.
Os preciosos versos são preservados de geração em geração. Essa festividade por outro lado, apresenta-se também no imaginário de algumas culturas de tradição oral, a crença aos “Santos Reis”, embora não fossem reconhecidos como “Santos” pelo Catolicismo. Segundo a tradição tem relação com a vida comunitária das pessoas, focalizando os valores e a crença, quando se referem aos Três Reis Magos, Baltazar, Belchior e Gaspar. 


Na Bíblia (Mateus, Cap. 02, versículo de 1-12), a tradição escrita, está o fundamento "oficial" quando se referem aos Três Reis Magos.
Até hoje está enraizada nas manifestações folclóricas de muitas regiões do nosso País. Em grande parte das cidades do Brasil, essa tradição foi se estendendo e até hoje nessa época do ano isso é cultuado, tomando Salvador (BA), a terra onde a religiosidade transborda seja através do candomblé ou do catolicismo não poderia faltar no calendário a Festa de Reis que acontece no bairro da Lapinha. Iniciada por um tríduo preparatório, a festa tem o seu ápice no dia 5 de janeiro quando ocorre o desfile dos Ternos de Reis que vêm de diversos locais da cidade. Devidamente armados com fantasias e instrumentos, fazendo representações dos Reis Magos e outras personagens através de música, dança e versos, os ternos encantam a população que enche o Largo da Lapinha e seus arredores. A missa principal, celebrada em geral pelo Arcebispo da cidade, acontece na Igreja da Lapinha onde é possível admirar um maravilhoso presépio em tamanho natural. Complementando a festa não poderiam faltar as barracas de comidas, bebidas e jogos que dão o tom profano.
 As pesquisas detalham que nestas festividades, se apresentam doze personagens: Mestre, Contra-Mestre que comandam a festa, os Três Reis Magos, o Palhaço que protege o Menino Jesus dos (Soldados de Herodes), simulado pela máscara de mal e os Foliões,
geralmente representando os homens simples do povo, demonstrando exemplos de fé e crença com suas cantorias.

"Era meia-noite em ponto
Bateu asa e cantou o galo
Bateu asa e cantou o galo..."

"Que Jesus dê vida e saúde
Só voltamos para o ano
Só voltamos para o ano..."


Leia mais:

http://www.velhosamigos.com.br/datasespeciais/diadereis1.html


https://www.youtube.com/watch?v=nl9vVaSj6_Q

Nenhum comentário:

Postar um comentário

BNCC: Ensino Religioso