sexta-feira, 10 de junho de 2011

CONTEXTUALIZANDO A TECNOLOGIA E O ENSINO RELIGIOSO


Atualmente com o avanço das novas tecnologias, o mundo tornou-se com um novo perfil, onde tudo é mais rápido e as informações chegam em questões de segundos. Por isso existe uma certa escolha para atuar em nossa sociedade.
Por outro, não podemos ficar alheios a essas mudanças, precisamos acompanhar, bem como fazer parte dessa corrente tecnológica, principalmente no campo educacional brasileiro, quando nossos alunos estão bem mais familiarizados, muito além de nós educadores, que ainda temos nossas limitações quanto ao uso da internet, do computador, entre outros. Para muitos pesquisadores essa nova cultura é denominada de: "sociedade não só da tecnologia, mas do conhecimento que leva a uma aprendizagem que requer uma dinâmica capaz de grandes mudanças no mundo em que vivemos. Para isso as pessoas precisam estarem preparadas para assumirem novas posturas e consequentemente contribuir para transformação da sociedade.
Na escola essa dinâmica já se encontra num processo de mudanças, proporcionando para toda equipe um novo aprendizado, um novo conhecimento que se dá através da pesquisa, facilitando não só o ensino, mas, a aprendizagem. 


Dentro desse novo quadro, podemos citar um velho tão debatido pela sociedade, principalmente no meio acadêmico que hoje podemos afirmar que se encontra nas salas de aula das escolas públicas o qual se tornou um novo componente curricular que é o Ensino Religioso. Veio amparado pela LDB, através do Art. 33 que deu origem à Lei 9.475/1997 (Lei do Ensino Religioso). Entretanto o atual avanço da Ciência facilitou o acesso à informação e com isso a ampliação dos novos conhecimentos traduzidos pelos meios virtuais deu um certo fortalecimento ao Ensino Religioso, tornando-se mais conhecido, mais debatido e mais compreendido pela sociedade, enquanto mais um meio de contribuição para a formação cidadã.

TEXTO 2- A PÁSCOA NAS RELIGIÕES